quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

O Mestre das Armas (2006)

Título Original : Huo Yuan Jia
Título em inglês: Fearless

Jet Li é Huo Yuanja um histórico artista marcial que viveu de 18 de janeiro de 1898 a 7 de agosto de 1910.  Ele fundou a ASSOCIAÇÃO ATLETICA CHIN WOO. Morreu provavelmente envenenado com arsênico.
trailer:
O filme conta a história de Huo Yuanja da infância até sua morte. Tem lutas bem legais, uma história bem contada até mais ou meno o terço final do filme e belíssima fotografia.

Eu achei que iria gostar mais desse filme do que realmente gostei. Eu adoro filmes de artes marciais, gosto bastante do Jet-Li e do cinema chinês no geral. Mas a maneira burocrática, propagandista e didática que o filme assume no ultimo terço é muito difícil de engolir.

O Mestre das Armas pode ser dividido em 3 atos: Ascensão e queda do mestre arrogante. Essa parte do filme é até interessante, aonde estão a maioria dos fatos. huo Yuanja aprende que não é como se luta mas pelo que se luta.

No segundo arco Hu Wuanja passa alguns meses ou anos (difícil dizer) em uma vila agrícola e é onde ele se redescobre e se recupaera. Sem dúvida a minha parte preferida do filme.

E o terrível arco final. na terceir aparte Ho Wuanja volta para sua antiga vida e descobre uma China mudada e invadida por estrangeiros. Tais fatos fazem ele voltar a lutar, mas agora pelos motivos certos: patriotismo. E dalhe didatismo e explicações sobre Wushu, China e patriotismo. nesses momentos é como o partido social chinês viessem na minha casa e me batessem na cara com um livro de História da China previamente reescrito. Nessa parte do filme só as coreografias de lutas que salvam porque a história já está toda esquisita e forçada. A luta final causa um incomodo terrível pelo coitadismo do herói que aceita aos abusos dos lutadores estrangeiros (devidamente representando o que o povo chinês deve fazer/ sentir) e os aguenta nobremente e mesmo morrendo por esses abusos morre feliz. Até a sua amda distante aparece feliz com o seu ultimo sacrifício pela pátria que expia seus pecados e o torna uma pessoa melhor.

Eu poderia discorrer bem mais sobre outros simbolismos forçados desse filme, mas seria um post muito longo e muito chato. (e cheio de spoilers).

Uma pena um filme que começou até bem discambar para uma maluquice histórica. A parte histórica do filme é bem superficial. Não que precisasse ser real, mas poxa, também não precisa ser um comercial de como a China comunista é boa e os malvados capitalistas vão lá pra importunar.

links:
imdb
crítica do Omelete
para saber mais sobre a história de Huo Yuanja:
wikipwdia 
http://shaolinsu.blogspot.com/2010/01/huo-yuanjia.html

Um comentário:

  1. Ou seja: ele tinha 12 anos quando morreu. Rsrsrs... #sqn

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...