domingo, 19 de fevereiro de 2012

Coisas importantes e pequenas demais para alguém lembrar de te ensinar.





O verão castiga por mais um mês, o outono deixa tudo outonal, e antes que o inverno acabe eu serei tio. Pensei em escrever para meu/minha sobrinho/sobrinha sobre algumas pequenas coisas que as vezes só se aprende tarde demais.

Colar figurinhas em um álbum é muito mais interessante que o album em si. Seu pai trará figurinhas para você, sente-se no chão, ponha em um desenho animado legal e comece a abrir os pacotinhos. Guarde bem o álbum completo, ele é um trofeu, é um tesouro. Se o der para alguém tenha certeza de ser para alguém que você goste muito.

Colocar chocolates no freezer deixa o chocolate mais ou menos como sorvete. É legal, mas não faça isso se tiver dentes de leites indo embora.

Sim, você pode colocar uma colher de Nescau no leite do sucrilhos. Fica bom, fica perfeitamente bom quando se é criança.

Mesmo que o livro de regras diga que tirar um 18 ou 19 também é um acerto crítico nada é mais legal que rolar um belo 20 no D20. Ninguém questiona. Você é a rainha/rei do combate.

Se um brinquedo seu cair em um buraco sujo e tenebroso não coloque a sua mão lá, vá chamar o papai e deixei que ele use as duas chances (duas mãos) dele primeiro de tirar o brinquedo do buraco.

Se você aprontou e sua mãe chega em casa e pergunta: o que você fez hoje? Não responda que não fez nada. Ninguém não faz nada e só gente que aprontou diz que não fez nada. Diga que você brincou, fez coco, desenhou, qualquer coisa assim. Se tiver tempo desenhe mesmo, desenho você papai e mamãe, todos felizes; e se já souber escrever escreva mamãe. Depois disso eles até vão esquecer da terra no sofá da sala, do sorvete no tapete ou do vaso que era pra você não mexer todo quebrado e escondido dentro do armário.

Não corra carregando uma tesoura. Tesouras as vezes, mas só as vezes mesmo batem as suas asas e saem voando, e você acaba sem tesoura e com um papel sem cortar. Mas só as vezes. Em todas as outras vezes você cai e se machuca.

Guarde suas hqs. Em algum momento pode parecer bobagem tê-las, mas chegará um dia que sentira falta delas.

Em um dia particularmente quente não se desespere. Continue tomando o seu sorvete. Ele vai escorrer pela sua mão, vai fazer sujeira. mantenha a cabeça fria e continue seu trabalho. E nunca, mas nunca mesmo vire a mão para lamber o que escorreu. A bola do sorvete cai e faz plosh!

Besouros fazem um barulhão e são engraçados tentando se virar, mas tudo bem com eles, ajude os a se virar. Vaga-lumes são brilhantes mas frágeis, cuidado ao pegá-los, e tudo bem com eles também. Baratas farão sua mãe gritar e subir em um banquinho e seu pai correr pela casa segurando um chinelo em uma das mãos e desencostando os móveis das paredes com a outra, mas tudo bem com elas também. Moscas são nojentas e não deixe ela cair na sua coca-cola, mas tudo bem com elas. Agora Abelhas são pontudas e doem um bocado, não confie nas abelhas.

Vão dizer para você que certas coisas são erradas, e outras certas, que você ainda não sabe nada e quando perguntar por que dirão enfaticamente: "Porque sim! Eu sei das coisas!" Não! Não sabem, ninguém sabe, ficam todos andando por ai tão perdidos como você e eu. Todos fingem ter um mapa, mas ninguém tem, talvez nem exista um. Continue perguntando por que das coisas sempre.

Não pare de desenhar e contar histórias. Vai chegar uma época na sua vida que dirão que isso é perder tempo, é coisa de criança. Não mostre seus desenhos e suas histórias para essas pessoas chatas. Seus pais, avós e seu tio estão ai para ver seus desenhos e escutar suas histórias. Sempre!

E falando em histórias. Sempre que as coisas estiverem chatas ou tristes peça uma história para seu pai. Pegue uma moedinha, chegue até ele e diga: Uma História meu bom homem, uma sobre grandes e belos feitos com os maiores castelos e os dragões mais feios que você conheça! Entregue a moeda, sente-se e escute a história. Tudo melhora.

3 comentários:

  1. Lindo e verdadeiro demais rs!

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto, fez me lembrar das coisas que fazia quando criança e de como era bom aquele tempo.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...