quinta-feira, 28 de abril de 2016

E alguém já comprou figurinhas de skates.

Quinta de generalidades - 17 de 52 - 119 de 366.

Nos anos 80 a moda dos skates explodiu no Brasil. Era mais gente falando disso e lendo revistas do que realmente usando skates. Eram caros e complicados de se conseguir. Pelo menos de qualidade.
E foi uma geração que praticamente teve que aprender sozinha, eles seriam os irmãos, primos e pais que ensinariam as próximas gerações.

Mas nunca andei de skate, uma vez ganhei um e troquei por um boné. Fim da minha história de skatista.

Mas algo me interessava mais do que as tábuas com rodas, a arte que os envolvia. E isso saiam em figurinhas, outra moda que estourou na época.

As figurinhas de skate tinham das chatas, que eram fotos de gente fazendo manobras e essas coisas e das legais, artes relacionadas ao skate.

O interessante é como a coisa mudou. É quase indistinguível a arte dos skates das capas de heavy metal dessa época. Mesmo que os skatistas sempre se identificaram mais com os puks. Uma década depois esses grupos vão se hostilizar, sei lá por qual motivo, e mais uns anos e a treta dos skatistas eram com os clubbers, isso já quase nos anos 2000.

Hoje a arte de skate é bastante variada, pelo menos me parece que é, mas a coisa toda parece bem mais  variada e nem o skate rock parece o mesmo. O mundo muda e com quem você brigava já nem faz mais sentido hostilizar, ele está tão velho, casado, cansado e com filhos como você.

então a próxima geração arruma um novo grupo pra hostilizar e a roda continua girando.

Links:
http://albumefigurinhas.no.comunidades.net/overall-skate-stamp-1987-ou
http://www.skatecultura.com/2009/03/album-overall-skate-stamps.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...